• Tasting Madeira Wine
  • 24521
  • 33367

Março

 

ana vieira soares

Nome: Ana Vieira Soares

Profissão: Gerente da Blandy’s Wine Lodge

Anos de Emprego na Blandy’s: 23

Vinho Madeira Preferido: Blandy’s Terrantez 20 Anos

Notas de Prova:  

“Um nariz explosivo e perfumado, com uma sensação quente na boca e uma panóplia de sabores exóticos desde frutos secos a especiarias.”

Como o Degustar: 

“A qualquer hora! O Terrantez 20 anos acompanha bem os queijos duros, com grãos de pimenta preta picante ou ervas”. 

Dicas Culinárias: 

A Ana informa que o Blandy’s Terrantez 20 anos é bom demais para usar na cozinha. “Mas para um momento mais especial o poderia usar no assado de porco, receita da minha avó. É uma receita secreta da família, mas posso dizer que o ingrediente principal é o vinho Madeira, no qual a carne de porco é marinada durante 24 horas antes de cozinhar”.

Destaques da Carreira na Blandy’s: 

Uma das histórias favoritas da  Ana vem de uma época em que a Tanoaria ainda funcionava na Wine Lodge. Durante uma pausa de café da manhã, ela ouviu o Mestre Silva, um dos tanoeiros, chamá-la:

- Menina  Ana - disse ele - venha depressa, vamos ao Jorge!

A Ana nunca tinha ouvido falar do "Jorge" e perguntou-lhe o que era. Ele sorriu, mas não disse nada, levando-a silenciosamente para um dos sótãos. Dentro havia um barril que conservava um raro Bastardo de 1954, com uma pequena  mangueira ligada à mesma. O Mestre Silva alcançou um pequeno copo escondido atrás do barril para ela provar um pouco do vinho. A Ana foi tocada por este gesto, mas depois de desgustar o Bastardo 1954  ainda não entendia o que era o "Jorge". O Mestre Silva riu e explicou que há anos atrás havia um tanoeiro, chamado Jorge, que trabalhava na Blandy’s Wine Lodge, e que, muitas vezes ao longo do dia, desaparecia. Quando os seus colegas tanoeiros iam à sua procura, o Jorge estava sempre nessa mesma sala, com um copo na mão. Naturalmente foi nomeada após ele. Hoje, no entanto, é conhecida como a sala "Da Uva ao Vinho" e faz parte das Visitas Guiadas.

Porque não experimentar o nosso Terrantez 20 Anos?

Fevereiro

80433

Nome: Rita Azevedo

Profissão: Assistente de RP

Anos de Emprego na Blandy’s: 21

Vinho Madeira Preferido: Blandy’s Verdelho  10 Anos

Notas de Prova:  “Este é um vinho meio seco e por isso não é demasiado doce nem demasiado seco. Quando se bebe nota-se uma frescura que lhe confere um sabor muito elegante, com nuances de frutos secos e aromas de laranja.”

Como o Provar: “É uma boa combinação com ostras, patés e queijos! Ou melhor,” acrescenta com um sorriso, “beba-o sem nada mais!”. A Rita disfruta normalmente de um Blandy’s Verdelho 10 Anos antes do jantar como aperitivo. Diz-nos também que os melhores queijos que o acompanham são os queijos curados, por exemplo, um queijo São Jorge dos Açores, que é curado durante 6-8 meses. 

Dicas Culinárias: Além disso, o Blandy’s Verdelho combina muito bem com cogumelos, e a Rita conta que cozinha habitualmente um molho de cogumelos para complementar um prato de bife. No entanto, ela destaca uma informação importantíssima, “se usar o Verdelho para cozinhar, bebo também um cálice– ajuda.”

Destaques da Carreira na Blandy’s: “Tive uma vez a oportunidade de experimentar um Verdelho do ano 1887 da colecção privada.”O facto de provar um vinho madeira tão raro que não se encontra no mercado para venda foi “uma experiência única.”

Porque não experimentar o nosso Blandy’s Verdelho 10 Anos?

FaLang translation system by Faboba